Arquivo da tag: 2014

O Quinto Beatle – A História de Brian Epstein

DSCF3195

  • Título: O Quinto Beatle – A História de Brian Epstein
  • Autor: Vivek J. Tiwary
  • Ilustrador: Andrew C. Robinson e Kyle Baker
  • Editora: Aleph
  • Número de páginas: 167
  • Ano de lançamento: 2014
  • Nota: 5 estrelas

Sinopse: “se existiu um quinto beatle, ele foi o Brian.”  Em 1961, Brian Epstein, 27 anos de idade, entrou em um porão úmido de Liverpool para ver uma banda de rock desconhecida tocar – e nosso mundo mudou para sempre. O Quinto Beatle é a história real e nunca contada de Epstein: um conto sobre um visionário  genuíno que descobriu, empresariou e guiou os Beatles a um estrelato internacional sem precedentes, reescrevendo as regras da indústria da música pop no processo.

Sou fã assumida de Beatles desde o início da minha adolescência. Talvez até antes eu já tivesse tido contato com as músicas deles e não me dei conta, visto que meu pai também é muito fã. Os anos foram passando e eu fiquei cada vez mais interessada em ler sobre a história dos meus ídolos, não só ouvir as músicas. O Quinto Beatle é uma HQ fantástica que vai trazer a história do primeiro empresário da banda inglesa que conquistou o mundo.

DSCF3190 DSCF3175

Eu esperava uma história boa, mas acabei me surpreendendo bastante. Não conhecia praticamente nada sobre o Brian, e essa HQ trouxe a trajetória do empresário desde o dia em que descobriu os Beatles até a sua morte. Temos uma análise profunda da personalidade e dos anseios desse homem tão ambicioso. Brian não esperava apenas o sucesso, ele queria muito mais. Por mais discos que a banda vendesse, por mais shows que fizessem e por mais fãs que tivessem, nunca era o suficiente. Acompanhamos a carreira dos meninos e ao mesmo tempo a degradação do estado de saúde de Brian, que precisava cada vez mais de remédios para lidar com problemas de ansiedade causados pela busca interminável pelo estrelato e a luta com sua sexualidade- pois se assumir gay naquela época era estritamente proibido.

DSCF3194 DSCF3181

A história é repleta de simbologias muito bonitas e o roteiro trás narrações quase poéticas. As cenas finais me comoveram bastante. Uma das simbologias que mais gostei foi a personagem Moxie, que é assistente de Brian, pois acabamos nos questionando se ela é real ou apenas uma representação da ambição.  Terminei a história apenas com vontade de agradecer a esse homem por todas as suas realizações, pois acho que não existiria Beatles sem Brian. Eles estavam interligados de uma forma inexplicável.

A arte da HQ é muito bonita e cheia de cores. Muitas vezes me peguei olhando por vários minutos para a mesma página, apenas admirando os desenhos. Nesse momento, estou aplaudindo Andrew Robinson de pé. Como disse antes, o roteiro é muito bem elaborado, engraçado nos momentos certos, dramático em outros e poético nas cenas finais. Indico essa história para qualquer beatlemaníaco.

DSCF3182 DSCF3197

Até mais! /Jadeh

 

 

Anúncios

Cartas de Amor aos Mortos, de Ava Dellaira

DSCF3149

  • Título: Cartas de Amor aos Mortos
  • Autora: Ava Dellaira
  • Editora: Seguinte
  • Número de páginas: 337
  • Ano de lançamento: 2014
  • Nota: 3 estrelas

Sinopsetudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger…apesar de ela jamais entregá-las à professora. O que parecia uma simples lição de casa logo se transforma na maneira de Laurel lidar com seu primeiro ano em uma escola nova e com a família despedaçada depois da morte da irmã.

Entrei em contato com esse livro pela primeira vez em um evento da Editora Seguinte e fiquei super animada para ler logo que vi o título. Meses se passaram e eu estava na expectativa, até que ganhei de aniversário. Já tinha visto várias resenhas positivas sobre esse livro e acho que fui com as expectativas meio altas, e sei que esse é o primeiro romance da Ava, mas não pude deixar de ficar decepcionada.

DSCF3159 DSCF3153

A primeira coisa que tenho a comentar é que esse livro tem inúmeras semelhanças com As Vantagens de Ser Invisível, que é uma das minhas obras favoritas. Não acho errado um livro ter semelhanças com outro, porque sei que é quase impossível um autor ter uma ideia que seja 100% original, mas as similaridades eram tantas que me incomodaram. E comecei a questionar qual foi a participação do Stephen Chbosky nessa história, já que ele foi mentor da Ava Dellaira enquanto ela escrevia o romance.

Abuso sexual, relacionamento homossexual, personagens principais extremamente ligados a alguém que já morreu e se culpam por essa morte, agressão física. Todos esses temas são abordados em ambos os livros e em situações bastante parecidas. Mas diferentemente de Chbosky, a Ava não soube dar uma boa finalização para todos esses temas. Alguns foram resolvidos de forma muito abrupta ou superficial, o que para mim fez com que o livro perdesse pontos.

A protagonista tem muitas falhas, mas duas me incomodaram especialmente: ela se coloca em muitas situações de perigo desnecessárias apenas para ser “salva” pelo mocinho da história, o Sky. Falando nele, achei que a Ava explorou pouquíssimo do potencial do personagem, ele acaba de tornando muito superficial e não faz sentido para o leitor o porquê de a Laurel ser tão apaixonada por um garoto que ela não conhece de verdade. O outro ponto que me incomodou foi a obsessão quase psicótica que a Laurel tem pela irmã dela. A maior parte do livro ela passa se comparando à irmã, lembrando das atitudes dela, querendo chegar ao estado de perfeição que ela achava em que a May vivia.

Com relação à estrutura: senti falta de datas nas cartas, assim o leitor teria mais facilidade em se situar em que época do ano ela estava. Também achei que a Ava quis passar que o livro era “cult” e colocou mil referências aos anos 80 e 90, até no modo que os personagens agiam, e para mim ficou meio forçado.

DSCF3155 DSCF3144

Apesar de todas essas coisas que eu falei, o livro não é de todo ruim. É uma leitura fluida e bem simples, boa para passar o tempo. A protagonista, apesar de passar boa parte do livro tentando alcançar o estado de perfeição da irmã, no final acaba reconhecendo que todos temos falhas, o que é bem bacana.  Em suma, minha opinião sobre Cartas de Amor aos Mortos é: uma boa proposta, mas que não foi bem desenvolvida. Os direitos da obra já foram comprados para o cinema e estou esperando ansiosa por um filme com uma boa trilha sonora.

Por hoje é só. Até mais! /Jadeh

 

Sweet sixteen

Sexta feira (dia 25) foi meu aniversário. A comemoração foi ótima, com direito a várias rodadas de Just Dance e muito bolo. Também recebi alguns presentes maravilhosos que resolvi fotografar e mostrar para vocês aqui.

DSCF3059

1 – Box da primeira temporada de Game of Thrones: recebi esse presente da minha tia e enlouqueci ao abrir o embrulho! Estava esperando ler o primeiro livro para começar a ver a série, mas acho que não vou resistir e começar a assistir logo! Meu pai quer se aproveitar do meu presente e está louco pra ver também.

DSCF3066 DSCF3069

2 – O Senhor das Moscas, de William Golding: minha amiga, Dafne, sempre passa as férias com o pai no Rio de Janeiro e se ofereceu pra trazer um presentinho de algum sebo, pois ela estava com projeto de fazer visitas na maior quantidade de sebos possíveis (missão completa). Pedi esse livro, que serviu de inspirações para sagas como Jogos Vorazes e Maze Runner, que já não está mais sendo comercializado em livrarias. Pulei de felicidade quando ela me entregou! Quando ler, faço resenha aqui.

DSCF3077 DSCF3081

3: Caneca da Amélie Poulain: como se não bastasse a Dafne me dar o livro, ela e o namorado me deram uma caneca de um dos meus filmes favoritos, o Fabuloso Destino de Amélie Poulain!

DSCF3114 DSCF3115

4 – Ordem de Extermínio, de James Dashner: quarto e último volume da saga Maze Runner, que é uma das minhas queridinhas da vida, é na verdade uma história que se passa treze anos antes de todos os acontecimentos do labirinto. Ganhei de uma amiga e fiquei muito feliz, mas ao mesmo tempo triste, porque essa série tão especial vai acabar. E veio com um bônus: um marcador de paginas de Deixei a Neve Cair!

DSCF3085 DSCF3084

5 – Cartas de Amor aos Mortos, de Ava Dellaira: minha prima me presenteou com este livro e fiquei muito feliz, apesar de ter visto uma crítica negativa sobre ele de um canal que eu admiro muito. Está sendo bom tirar minhas próprias conclusões (é minha leitura atual) e a arte do livro é muito bonita, a editora Seguinte fez um trabalho magnífico!

DSCF3088  DSCF3090

6 – O Quinto Beatle – a história de Brian Epstein, de Vivek J. Tiwary: por último, mas definitivamente não menos importante, esta HQ que meus pais me deram. Sou louca por Beatles desde meus 13 anos e vi essa história em quadrinhos sobre o empresário da banda no canal da Tatiana Feltrin e fiquei louca para comprar. Foi um dos presentes que eu mais gostei de ter ganhado, os desenhos são incríveis! (Coloquei fotos a mais para enfatizar o quanto essa arte é linda).

DSCF3097 DSCF3106 DSCF3107 DSCF3110

Por hoje é só. Até mais! /Jadeh