Arquivo da tag: livros

Conhecendo a Minha Estante

Acredito que a estante de livros reflita um pouco a personalidade do seu dono e com a minha não seria diferente. Eu tenho um modo diferente de organizar minhas coisas e achei que seria legal dividir isso com vocês. Os livros foram colocados em categorias como na biblioteca, mas não por ordem alfabética ou por classificação, mas por alguns pontos que eu e a Lívia, dona do blog Letrinhas Dispersas e minha cunhada, achamos relevantes.

DSC_0057
Eu emprestei alguns dos meus livros e a estante está incompleta, mas como isso acontece com bastante frequência, decidi fazer o post assim mesmo.

DSC_0003

DSC_0004

  •  Essa fila vai andar #foliabadaecurtição

Aqui ficam os livros que eu estou lendo ou vou ler em breve ❤

Eu tive que colocar esses livros na cama pra poder fotografar, mas as outras categorias foram fotografadas na estante.

DSC_0005

DSC_0009

  • Muito amor

Aqui ficam livros que, mais do que na estante, tem lugar no meu coração.

DSC_0007

DSC_0008

  • Disseram que era bom, e não é que era?

Sabe aquele livo que todo mundo já leu, já falou sobre e você decide comprar? Então, na minha estante eles ficam num lugar especial.

DSC_0013

DSC_0014

  • Essa loira sabe das coisas

Os livros da J.K. são muito importantes pra mim e merecem uma categoria só pra eles ❤

Não sei se já comentei aqui no blog, mas Harry Potter foi o primeiro livro que eu li porque queria mesmo, sem ser um gibi ou um desses que a gente pegava semanalmente na biblioteca do colégio, sabe? Isso aconteceu quando eu tinha uns 9 anos e me incentivou a ler cada vez mais.

DSC_0028

DSC_0029

  • São melhores do que o filme

É bastante comum as adaptações cinematográficas terem algumas diferenças em relação aos livros (uma parte modificada, a falta de alguma coisa, uma cor dos olhos que é diferente nas páginas…), mas de maneira geral, o resultado é bom. No caso dos livros daqui, isso não aconteceu. É quase como se livros e filmes pertencessem a mundos diferentes. Eu gosto de separar a realidade literária e cinematográfica nesses casos, porque os filmes não são necessariamente ruins se você não pensar nele como adaptação.

DSC_0031

DSC_0032

  • Desilusões literárias

Não me entendam mal e nem se chateiem se vocês gostam dos livros daqui, eu não acho que são livros ruins, mas a minha expectativa foi grande demais e acabei me decepcionando bastante no final.

DSC_0034

DSC_0035

  • Clássicos

“Clássico” pode ser bastante controverso. Apesar de ter um significado simples – tudo o que resiste ao tempo – essa palavra pode trazer bastante dúvidas. No conhecimento comum, a literatura clássica está relacionada geralmente àqueles livros que lemos em época de vestibular, pertencentes a algum movimento literário importante, estando entre as principais obras da literatura brasileira. Na minha aula de História do Teatro aprendi que o Clássico se refere à bagagem literária da Grécia e da Roma Antiga.

Independente do que você decida considerar clássico, achei que estes livros cabiam bem nessa categoria.

DSC_0038

DSC_0039

  • Saudades infância

Aqui ficam alguns dos livros que eu li quando era pequena.

Só agora notei que alguns dos livros estão no sentido errado e o quanto isso me dá agonia, mas tudo bem.

DSC_0048

DSC_0044

  • Séries na estante

É onde ficam os livros que viraram séries e as séries que viraram livros.

DSC_0050

DSC_0055

  • Não é meu, mas tá aqui

Aqui ficam os livros que pessoas bondosas me emprestaram. Se você é uma delas, muito obrigada ❤

Eu costumo enfeitar a estante com algumas coisinhas, então decidi mostrar também.

DSC_0012

DSC_0021

DSC_0023

DSC_0024

DSC_0026

DSC_0033

DSC_0040

Espero que vocês tenham gostado da minha estante. Se quiserem, sugiram categorias novas nos comentários (eu vou adorar adicioná-las na próxima organização) ou me mandem fotos das suas estantes pelo Twitter ou pelo Instagram.

Por hoje é só. Até mais! /Vick

Anúncios

6 On 6 – Dezembro/2014

Olá! Mais um 6 on 6 para vocês. Sei que estamos no 25 Days of Christmas, mas não podia deixar o 6 on 6  de novembro passar. E tem até uma foto relacionada ao Natal!

1) 1989 e luzes no espelho: semana passada saiu um post aqui no blog sobre isso. Comprei o novo CD da Taylor Swift e de quebra ainda arrumei uma pequena decoração para o meu quarto. Dá para perceber que estou apaixonada, certo?

DSCF3901

2) Compras literárias: fazia um tempo que eu não comprava livros, o que é muito estranho para mim. Mas esse mês fui bastante a livrarias, principalmente porque inaugurou um shopping novo aqui em Fortaleza. “Uma Página de Cada Vez” eu comprei lá, estou adorando as atividades que o autor propõe. Sou suspeita a falar porque amo livros interativos. O segundo é uma HQ do Brian O’Malley, sim, o autor de Scott Pilgrim, chamado “Seconds”. Comprei na Livraria Cultura.

DSCF3934

3) Dia de chuva: agora próximo do fim do mês, teve um dia de chuva tão bom aqui! Foi do nada, e  fiquei tão feliz. Uma desculpa para eu usar casaco e meias em casa, haha. Sério, queria que aqui tivesse mais dias frios. Mas fazer o que, é a vida.

DSCF3932

4) 8tracks e instrumentais: boa parte do meu mês foi dedicado aos estudos, minhas provas finais do dia 26 de novembro ao dia 1 de dezembro. Finalmente estou de férias, yey! Mas enquanto eu estudava, descobri várias playlists bacanas no 8tracks compostas somente por músicas instrumentais. Ajudou muito na minha concentração, recomendo fortemente.

DSCF3942

5) Já é permitido ficar feliz pelo Natal! :  eu amo o Natal! Nem gostava tanto, mas de uns tempos para cá, venho amando. O clima é tão legal, e o que eu mais gosto é a decoração, além de presentear as pessoas. No fim de novembro eu e minha mãe montamos nossa árvore, e agora eu posso dizer oficialmente: o Natal está chegando.

DSCF3938

6) Instax mini: já fazia algum tempo que eu queria comprar uma câmera instantânea, e finalmente pude comprar essa instax! Já tirei algumas fotos com ela, pretendo fazer um vídeo mostrando em detalhes.

 

É só isso por hoje. Até mais! /Jadeh

 

IMG_6338.JPG

25 Days of Christmas #6

Olá! Eu sei que esse post deveria ter saído antes de ontem, mas eu tive um problema com a internet que só se normalizou bem tarde da noite, então não pude escrever aqui no blog. Mas agora está tudo ok novamente, então não atrasarei mais posts. Enfim, hoje mostrarei os três livros de Natal que lerei esse mês para resenhar aqui. Dois eu já tenho, e um eu já tinha ouvido falar vários anos atrás, mas só recentemente foi traduzido para o Brasil pela Intrínseca.

1) Deixe a Neve Cair, de John Green, Maureen Johnson e Lauren Miracle: esse livro vai ser composto por três contos natalinos que se interligam. Iniciamos a história com Jubileu, uma garota que queria passar o Natal com o namorado, mas que precisa viajar para a casa de seus avós porque seus pais acabaram de ser presos. Durante a viagem, o trem para por causa da neve e Jubileu se vê tendo de aceitar a ajuda de um garoto estranho para conseguir avisar a seus avós o que aconteceu e chegar logo à casa deles, ao mesmo tempo que tenta a todo custo entrar em contato com o namorado. Não contarei mais nada, pois seria spoiler. Esse livro é muito leve e dá um quentinho no coração do leitor. Vou relê-lo próximo ao Natal e resenharei para vocês.

Deixe-a-Neve-Cair

2) O Presente que meu Grande Amor me Deu, organização de Stephanie Perkins: Stephanie Perkins é a autora de “Anna e o Beijo Francês”, talvez você já tenha ouvido falar. Ela resolveu reunir doze autores YA para fazer uma compilação de contos de Natal e Ano Novo. Ainda não li esse livro, mas há nomes muito famosos da atualidade na comunidade leitora, como Rainbow Rowell (Eleanor & Park) e David Levithan (Todo Dia). Estou animadíssima para lê-lo e resenhar aqui.

o presente do meu grande amor

3) Landline, da Rainbow Rowell: ainda não foi traduzido para o Brasil. Vai contar a história de Georgie, uma escritora de roteiros de séries de TV que se vê sozinha na véspera de Natal enquanto o marido e as filhas vão para Omaha. Motivo: Georgie precisa ficar em Los Angeles para escrever vários episódios de uma série original e mostrar a um grande empresário do ramo. Se ele aprovar, ela poderá ser roteirista de seu próprio programa! Ao mesmo tempo que está feliz por isso, o marido a deixou com uma pergunta na cabeça: será que eles estão bem ou ela estragou o casamento de vez? Essa pergunta consome Georgie até que o inesperado acontece. Ela consegue entrar em contato com seu esposo no passado, na época em que eles namoravam, através de conversas por telefone. Esses diálogos podem mudar seu relacionamento no presente. Será que Georgie deve executar essas mudanças? Ou nunca sequer deveria ter conhecido Neil?DSCF3885

É só isso por hoje. Até mais! /Jadeh

 

Tag Serendipity

Quem está inserido de forma intensiva na blogosfera provavelmente conhece a Melina Souza, do blog Serendipity. Ultimamente eu e os outros integrantes do GABA estamos em um constante contato com a Mel, que é uma das nossas blogueiras favoritas. Como forma de homenageá-la, decidimos criar uma tag com dez categorias ligadas a elementos presentes nos vídeos e posts dela, relacionando-as com livros. Fiz um vídeo e quando vocês assistirem vão poder entender melhor. Esse é o primeiro vídeo em que eu apareço aqui no blog, fiquei muito nervosa para fazer! Ah, um aviso: na hora de editar, deu um probleminha e a parte em que eu falava qual era a nona categoria sumiu. Mas a categoria é: Tatuagem – um livro que te marcou para sempre.

Os links dos blogs e vlogs das pessoas que marquei para responder a tag estão aqui embaixo, assim como as categorias. Além disso quero marcar também a Vick, que divide o blog comigo, pois ela também é muito fã da Mel. Quem tiver interesse em responder, mesmo que não tiver sido marcado, sinta-se à vontade! Lembre-se apenas de colocar os devidos créditos.

1 – Mel: um livro que tenha um personagem que é a sua cara
2 – Serendipity: um livro que você tenha encontrado por acaso
3 – Spock: um livro muito fofo
4 – London: um livro que te transportou para um lugar no qual você gostaria de morar
5 – Gui; um livro em quadrinhos ou um livro com um personagem nerd
6 – Fotografia: um livro com ilustrações
7 – Bilbo: um livro curto, mas que você gostou muito
8 – Beatles: um livro popular que você ama
9 – Tatuagem: um livro que te marcou para sempre
10 – Wonderland: um livro que te levou para um universo fictício

Pessoas marcadas para fazer a tag:
Maria Clara
Bia
Socorro
Aninha
Gui

Espero que tenham gostado do vídeo. É só isso por hoje, até mais! /Jadeh

Fangirl, de Rainbow Rowell

DSCF3648

  • Título: Fangirl
  • Autora: Rainbow Rowell
  • Editora: Novo Século
  • Número de páginas: 421
  • Ano de lançamento: 2014
  • Nota: 5 estrelas

SinopseCath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme. Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer; e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou na vida real. Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto. Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências. Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias?

DSCF3651DSCF3659

Ler Eleanor & Park fez com que eu adorasse a Rainbow Rowell; mas foi com Fangirl que me tornei uma fã entusiástica da autora. A premissa não é surpreendente, mas há algo de inovador, pois não é comum encontrarmos uma personagem que seja um retrato tão fiel da realidade de vários adolescentes hoje em dia (sou uma dessas!), que passam horas na internet procurando informações sobre os livros que gostam e participando de fandoms.

Pode-se imaginar que me identifiquei muito com a Cath, protagonista desta história, pois todas as sensações que ela descreve ao falar sobre Simon Snow é o que eu sinto sobre minhas sagas favoritas. A Cath é uma garota super tímida e justamente por isso os desafios e conquistas do livro se tornam bem mais impactantes a medida que são enfrentados e vencidos. Separar-se da irmã gêmea, dividir o quarto com uma garota festeira, fazer matérias novas e lidar com a distância com o pai – todos esses aspectos compuseram a sua jornada durante o primeiro ano da faculdade, além de alguns outros desafios que foram surgindo ao longo do caminho. Fica até difícil de falar sobre o mocinho da história. Levi é um personagem cativante, adorável e presente no desenvolvimento do livro, da primeira à última página. Um fato que acho que algumas pessoas não vão gostar é que a fanfic que Cath escreve é sobre uma série fictícia idêntica a Harry Potter, e em um momento da história eles citam essa outra saga. Incomodei-me um pouquinho na hora que a referência foi feita, mas para ser bem honesta, achei irrelevante. Gostei bastante das partes em que a Cath narrava histórias de Simon e Baz!

DSCF3657DSCF3654

Outro aspecto que fez com que eu amasse o livro foi o fato de a personagem principal ser uma escritora de fanfics. Eu comecei a participar do meu primeiro fandom aos 11 anos, quando li “Percy Jackson e o Ladrão de Raios”, e a partir daí fazer parte de comunidades de leitores se tornou uma boa parcela da minha vida. Já escrevi algumas durante pouco mais de um ano e durante a leitura, bateu aquela nostalgia de ler os comentários e desenvolver as cenas entre os personagens. Para Cath, escrever sobre Simon Snow é a coisa mais importante e mágica de sua vida, e ela tem uma meta: terminar sua história, Vá Em Frente, Simon, antes do lançamento do último livro da saga. A pressão que ela coloca em si é algo que nos faz refletir sobre prioridades e o peso desnecessário que às vezes impomos nas coisas.

Apesar de não ser o livro mais criativo e bem escrito que eu já li, o carinho que desenvolvi por todos os personagens e pela história fez com que eu desse 5 estrelas. É uma leitura bem leve e divertida, e quem participar de algum fandom com certeza vai se identificar. Rainbow Rowell, estou esperando ansiosamente para poder ler mais livros seus. Empolguei-me tanto que acabei fazendo uma trilha sonora baseada na história! Quem tiver interesse em ouvir, pode clicar aqui e conferir.

DSCF3660DSCF3667

Ah, tenho uma notícia ruim. A Vick infelizmente não vai mais, por problemas pessoas, participar da equipe do Estante de Sorrisos. Mas eu vou continuar postando normalmente e sempre trazendo conteúdos novos para vocês.

É só isso por hoje. Até mais!

 

 

Piquenique de blogueiros de Fortaleza

DSCF3582

Os blogueiros aqui de Fortaleza tem um grupo no Facebook onde trocamos ideias, divulgamos posts, tiramos dúvidas e nos comunicamos. O tráfego de postagens por lá é intenso, mas nunca havíamos de fato marcado um encontro. Pensando nisso, a Maria Clara da Perdida na Utopia, organizou um piquenique para o grupo. Poucas pessoas puderam ir, mas foi muito divertido! Chegamos ao Passeio Público às 9:30, estendemos uma toalha no chão e ficamos até meio dia simplesmente batendo papo, trocando ideias e comendo coisas gostosas que havíamos levado, como panquecas e sanduíches. Além da Maria Clara, o Pedro, a Alba e o Afrânio compareceram. Você pode conferir os blogs deles clicando em seus respectivos nomes.

Além do piquenique em si, houve um sorteio de vários livros, marcadores de páginas, bottons, pôsteres e adesivos de sagas. Ganhei dois livros, “Com Louvor “e “Água Para Elefantes”, um botton de “Fazendo Meu Filme 4”, e uma cartela de adesivos de “Divergente”, fiquei bastante feliz. Já estamos pensando em marcar um próximo encontro, mas em um formato diferente, de preferência com Just Dance. Valeu muito a pena ter acordado cedo neste domingo para passar um tempo com pessoas tão queridas. Espero revê-los o quanto antes! Após o fim do piquenique, fiquei mais um tempo no Passeio fotografando, o resultado você confere aqui. Acabei me empolgando um pouco e tirando várias, a praça é lindíssima e só fico me perguntando porque passo tanto tempo sem ir lá.Observei as várias estátuas, de origem francesa, e fotografei o baobá que serviu como ponto de fuzilamento durante muito tempo. Para quem tem um pouco de receio, posso assegurar que é super seguro. Há policiamento constante, shows para crianças e um restaurante com música ao vivo durante o horário do almoço.

DSCF3598DSCF3607DSCF3610DSCF3618DSCF3622DSCF3623DSCF3628DSCF3631  DSCF3636DSCF3637DSCF3645

Também fiz um vídeo do piquenique. Você pode conferir aqui:

É só isso por hoje. Até mais! /Jadeh

Julieta Imortal – Stacey Jay

DSC_0148 DSC_0149

Você certamente conhece Romeu e Julieta, a história mais famosa de Shakespeare, escrita no século XVI. Mas e se tudo fosse uma grande farsa? E se, na verdade, Romeu tivesse assassinado Julieta?

É nessa hipótese que se baseia Julieta Imortal.

Na história de Stacey Jay, Romeu, para se manter vivo ao longo dos séculos, se torna um mercenário. Para tanto, ele tem que que conduzir o amor de sua vida à morte. Quando está quase morrendo, Julieta faz os votos e se torna uma Embaixadora, assim, de tempos em tempos, toma o corpo de alguém emprestado por algumas semanas para servir à causa.

Sua missão é encontrar duas almas gêmeas e tornar o laço afetivo das mesmas inquebrável, enquanto Romeu deve juntar almas para servir aos mercenários, da maneira que ele próprio fez há anos atrás.

É assim que ambos chegam ao século XXI, nos corpos de Ariel e Dylan, tendo que identificar quem são as almas gêmeas próximas aos mesmos e juntá-los (ou corrompê-los, no caso de Romeu).

Os capítulos são narrados por Julieta, com flashbacks ocasionais. As características dos personagens são marcantes e modo como Jay escreve é leve, o que faz com que esta seja uma leitura rápida e bastante agradável.

Além disso, Julieta Imortal conta com uma continuação, Romeu Imortal, que muda a forma que entendemos Romeu. Mas isso é assunto para um próximo post.

E você? Já leu Julieta Imortal ou ficou com vontade?

Comenta aqui em baixo o que você achou e sinta-se à vontade para sugerir novas resenhas e posts em geral.

Sweet sixteen

Sexta feira (dia 25) foi meu aniversário. A comemoração foi ótima, com direito a várias rodadas de Just Dance e muito bolo. Também recebi alguns presentes maravilhosos que resolvi fotografar e mostrar para vocês aqui.

DSCF3059

1 – Box da primeira temporada de Game of Thrones: recebi esse presente da minha tia e enlouqueci ao abrir o embrulho! Estava esperando ler o primeiro livro para começar a ver a série, mas acho que não vou resistir e começar a assistir logo! Meu pai quer se aproveitar do meu presente e está louco pra ver também.

DSCF3066 DSCF3069

2 – O Senhor das Moscas, de William Golding: minha amiga, Dafne, sempre passa as férias com o pai no Rio de Janeiro e se ofereceu pra trazer um presentinho de algum sebo, pois ela estava com projeto de fazer visitas na maior quantidade de sebos possíveis (missão completa). Pedi esse livro, que serviu de inspirações para sagas como Jogos Vorazes e Maze Runner, que já não está mais sendo comercializado em livrarias. Pulei de felicidade quando ela me entregou! Quando ler, faço resenha aqui.

DSCF3077 DSCF3081

3: Caneca da Amélie Poulain: como se não bastasse a Dafne me dar o livro, ela e o namorado me deram uma caneca de um dos meus filmes favoritos, o Fabuloso Destino de Amélie Poulain!

DSCF3114 DSCF3115

4 – Ordem de Extermínio, de James Dashner: quarto e último volume da saga Maze Runner, que é uma das minhas queridinhas da vida, é na verdade uma história que se passa treze anos antes de todos os acontecimentos do labirinto. Ganhei de uma amiga e fiquei muito feliz, mas ao mesmo tempo triste, porque essa série tão especial vai acabar. E veio com um bônus: um marcador de paginas de Deixei a Neve Cair!

DSCF3085 DSCF3084

5 – Cartas de Amor aos Mortos, de Ava Dellaira: minha prima me presenteou com este livro e fiquei muito feliz, apesar de ter visto uma crítica negativa sobre ele de um canal que eu admiro muito. Está sendo bom tirar minhas próprias conclusões (é minha leitura atual) e a arte do livro é muito bonita, a editora Seguinte fez um trabalho magnífico!

DSCF3088  DSCF3090

6 – O Quinto Beatle – a história de Brian Epstein, de Vivek J. Tiwary: por último, mas definitivamente não menos importante, esta HQ que meus pais me deram. Sou louca por Beatles desde meus 13 anos e vi essa história em quadrinhos sobre o empresário da banda no canal da Tatiana Feltrin e fiquei louca para comprar. Foi um dos presentes que eu mais gostei de ter ganhado, os desenhos são incríveis! (Coloquei fotos a mais para enfatizar o quanto essa arte é linda).

DSCF3097 DSCF3106 DSCF3107 DSCF3110

Por hoje é só. Até mais! /Jadeh