Arquivo da tag: vick

Playlist da semana #6

Oi, gente. Faz tanto tempo que eu não apareço por aqui. A vida tá corrida e a criatividade anda pouca, espero que entendam ❤
Hoje decidi fazer mais uma playlist da semana (que não anda tão semanal assim, já que a última vez que fizemos uma foi em setembro) e dessa vez é bastante específica: Covers do Kurt Hugo Schneider gravados em um único take.
Já falamos do Kurt aqui no blog no Youtube Day #3 e se você já leu deve saber que eu sou um pouquinho obcecada por ele. Escolhi alguns dos meus vídeos preferidos dele pra vocês. Espero que gostem ❤

  • Bruno Mars Medley
  • Maps – Maroon 5
  • Fight Song – Rachel Platten
  • Possible
  • Maroon 5 Medley
  •  I’ll Think of You
  • Cups

Então, por hoje é só. Até mais! /Vick

Anúncios

Teste de Bechdel

Nós do Estante de Sorrisos selecionamos alguns filmes que passam no Teste de Bechdel para indicar para vocês. Mas, afinal, o que é o Teste de Bechdel?

Ele foi criado por Alison Bechdel em 1985 em uma tirinha onde uma das personagens dizia para a outra que só assistia um filme se ele se tivesse 3 itens (que hoje compõem o teste de Bechdel). São eles:

  1. Ter pelo menos duas personagens femininas com nome;
  2. Que conversem entre si;
  3. Sobre qualquer assunto além de homens.

Bastante simples, não é? Mas o que pode te surpreender é que muitos dos filmes que estamos acostumados a assistir não passam nesse teste. Por isso selecionamos algumas categorias e escolhemos um filme que passa no teste e um que foi reprovado. Vem ver!

Continuar lendo Teste de Bechdel

Eleanor & Park, de Rainbow Rowell

DSC_0226

  • Título: Eleanor & Park
  • Autora: Rainbow Rowell
  • Número de páginas: 325
  • Editora: Novo Século
  • Ano de lançamento: 2013
  • Nota: 3 estrelas

Sinopse: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

Eleanor & Park é sem dúvida alguma o livro que mais me deixou com sentimentos conflitantes até hoje. Eu não posso afirmar com convicção que gostei da obra ou que odiei, mas garanto que foi um dos maiores marcos da minha jornada literária.

Rainbow Rowell nos apresenta dois personagens principais e a história se desenrola a partir do ponto de vista de ambos. Alternando o narrador a cada capítulo, descobrimos os pensamentos de cada um e exploramos o desenvolvimento deste primeiro amor que começa de maneira sutil.

DSC_0221
Enquanto Eleanor se mostra bastante tímida e retraída, Park é educado, atencioso e inteligente. Juntos eles tentam achar uma maneira de fazer o relacionamento dar certo apesar de suas realidades serem muito distintas e da falta de apoio por parte da família da jovem.

A história flui de maneira simples e não se torna uma leitura cansativa. No entanto, se você é fã de finais felizes, possivelmente Eleanor & Park não seja o livro para você. Os últimos capítulos têm muita informação e deixam a desejar com um final um tanto inconclusivo e a quebra da expectativa que tínhamos para o casal. Eleanor se torna bastante incoerente, o que me incomodou um pouco.

Hoje, meses após o final da leitura, ainda não sei dizer se gostei ou não do romance de Rowell e toda vez que tento reler acabo me sentindo inquieta e agoniada durante dias. Até eu decidir como realmente me sinto em relação a este livro, ele fica classificado como uma das minhas (muitas) desilusões literárias.

Por hoje é só, até mais! / Vick

Conhecendo a Minha Estante

Acredito que a estante de livros reflita um pouco a personalidade do seu dono e com a minha não seria diferente. Eu tenho um modo diferente de organizar minhas coisas e achei que seria legal dividir isso com vocês. Os livros foram colocados em categorias como na biblioteca, mas não por ordem alfabética ou por classificação, mas por alguns pontos que eu e a Lívia, dona do blog Letrinhas Dispersas e minha cunhada, achamos relevantes.

DSC_0057
Eu emprestei alguns dos meus livros e a estante está incompleta, mas como isso acontece com bastante frequência, decidi fazer o post assim mesmo.

DSC_0003

DSC_0004

  •  Essa fila vai andar #foliabadaecurtição

Aqui ficam os livros que eu estou lendo ou vou ler em breve ❤

Eu tive que colocar esses livros na cama pra poder fotografar, mas as outras categorias foram fotografadas na estante.

DSC_0005

DSC_0009

  • Muito amor

Aqui ficam livros que, mais do que na estante, tem lugar no meu coração.

DSC_0007

DSC_0008

  • Disseram que era bom, e não é que era?

Sabe aquele livo que todo mundo já leu, já falou sobre e você decide comprar? Então, na minha estante eles ficam num lugar especial.

DSC_0013

DSC_0014

  • Essa loira sabe das coisas

Os livros da J.K. são muito importantes pra mim e merecem uma categoria só pra eles ❤

Não sei se já comentei aqui no blog, mas Harry Potter foi o primeiro livro que eu li porque queria mesmo, sem ser um gibi ou um desses que a gente pegava semanalmente na biblioteca do colégio, sabe? Isso aconteceu quando eu tinha uns 9 anos e me incentivou a ler cada vez mais.

DSC_0028

DSC_0029

  • São melhores do que o filme

É bastante comum as adaptações cinematográficas terem algumas diferenças em relação aos livros (uma parte modificada, a falta de alguma coisa, uma cor dos olhos que é diferente nas páginas…), mas de maneira geral, o resultado é bom. No caso dos livros daqui, isso não aconteceu. É quase como se livros e filmes pertencessem a mundos diferentes. Eu gosto de separar a realidade literária e cinematográfica nesses casos, porque os filmes não são necessariamente ruins se você não pensar nele como adaptação.

DSC_0031

DSC_0032

  • Desilusões literárias

Não me entendam mal e nem se chateiem se vocês gostam dos livros daqui, eu não acho que são livros ruins, mas a minha expectativa foi grande demais e acabei me decepcionando bastante no final.

DSC_0034

DSC_0035

  • Clássicos

“Clássico” pode ser bastante controverso. Apesar de ter um significado simples – tudo o que resiste ao tempo – essa palavra pode trazer bastante dúvidas. No conhecimento comum, a literatura clássica está relacionada geralmente àqueles livros que lemos em época de vestibular, pertencentes a algum movimento literário importante, estando entre as principais obras da literatura brasileira. Na minha aula de História do Teatro aprendi que o Clássico se refere à bagagem literária da Grécia e da Roma Antiga.

Independente do que você decida considerar clássico, achei que estes livros cabiam bem nessa categoria.

DSC_0038

DSC_0039

  • Saudades infância

Aqui ficam alguns dos livros que eu li quando era pequena.

Só agora notei que alguns dos livros estão no sentido errado e o quanto isso me dá agonia, mas tudo bem.

DSC_0048

DSC_0044

  • Séries na estante

É onde ficam os livros que viraram séries e as séries que viraram livros.

DSC_0050

DSC_0055

  • Não é meu, mas tá aqui

Aqui ficam os livros que pessoas bondosas me emprestaram. Se você é uma delas, muito obrigada ❤

Eu costumo enfeitar a estante com algumas coisinhas, então decidi mostrar também.

DSC_0012

DSC_0021

DSC_0023

DSC_0024

DSC_0026

DSC_0033

DSC_0040

Espero que vocês tenham gostado da minha estante. Se quiserem, sugiram categorias novas nos comentários (eu vou adorar adicioná-las na próxima organização) ou me mandem fotos das suas estantes pelo Twitter ou pelo Instagram.

Por hoje é só. Até mais! /Vick

25 Days of Christmas #25

Feliz Natal, gente ❤

Finalmente chegou esse dia que nós tanto esperamos. Pra hoje, vamos fazer uma pequena retrospectiva do que rolou aqui no blog nesse mês.

#1

#2

#3

#5

#6

#7

#8

#9

#10

#11

#12

#13

#14

#15

#16

#17

#18

#19

#20

#21

#22

#23

#24

Não tivemos post no dia 4 por problemas na internet da Jadeh 😦

Ainda temos mais 6 dias nesse mês e estamos preparando várias coisas pra vocês não só nesse final de ano, mas também em 2015.

Esperamos que vocês tenham gostado de ler o 25 Days of Christmas tanto quanto nós gostamos de fazer. Obrigada por terem nos acompanhado.

Por hoje é só. Até mais! /Vick

25 Days of Christmas #23

Oi, gente. Tudo bem com vocês?

O 25 Days of Christmas já está acabando, afinal, faltam 2 dias para o Natal (ou um dia só, se você é que nem eu e comemora mais na véspera que no dia). Hoje eu trouxe um vídeo da Zoella e do Joe Sugg, que são irmãos e todo ano fazem um vídeo natalino. Neste eles respondem algumas perguntas relacionadas ao Natal. Vem ver!

Caso você queira assistir os outros, vou deixar aqui os vídeos de 2013, 2012 e 2011.

Então por hoje é só. Vejo vocês no dia de Natal com o último 25 Days of Christmas ❤

Até mais!

25 Days of Christmas #21

Oi, gente. Tudo bem com vocês?

Hoje eu decidi dividir com vocês um vídeo que a Bethany Mota postou esses dias. Pra quem não conhece, ela é uma youtuber americana que recentemente esteve no Dancing With The Stars e lançou uma música há cerca de dois meses atrás.

Neste vídeo ela mostra alguns projetos DIY (Do It Yourself, ou Faça Você Mesmo) e algumas receitinhas natalinas. Se vocês repararem, vão notar que a trilha sonora é composta pelas músicas do EP de Natal do Pentatonix. Já falamos sobre elas aqui durante esses dias. Espero que vocês gostem ❤

Bethany Mota

Por hoje é só. Até mais!

25 Days of Christmas #17

Oi, gente. Tudo bem com vocês?

Faltam 8 dias até o Natal!

A música que eu escolhi hoje também é do Pentatonix, mas dessa vez não é uma versão deles pra uma canção clássica de Natal, mas uma original. Eu adorei a letra e a harmonia e creio que vocês também vão gostar. Aliás, os vídeos caseiros natalinos de quando eles eram pequenos são adoráveis ❤

Pentatonix

Por hoje é só. Até mais!